Peru diz que asilo a Rosales não muda relações com Venezuela

Rio de Janeiro, 28 abr (EFE).- O presidente do Peru, Alan García, disse hoje que a concessão de asilo político ao líder opositor venezuelano Manuel Rosales não alterará as relações com a Venezuela.

EFE |

"Temos uma posição de amizade com o Governo venezuelano e esta decisão não alterará as relações com esse país", afirmou García no Acre, em coletiva de imprensa após o encontro que teve com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O líder peruano ressaltou que "a primeira obrigação" de um Governo é "gerar proteção a quem se sentir ameaçado", motivo que o levou a conceder asilo ao adversário político do presidente venezuelano, Hugo Chávez.

García disse que se pode cumprir com esta obrigação "sem que seja um problema".

O prefeito de Maracaibo viajou ao Peru na semana passada como turista e, dias depois, solicitou asilo político por considerar que as acusações que pesam contra si na Venezuela têm motivação política.

O chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, exigiu na segunda-feira que Lima que "capture e devolva" Rosales. EFE mp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG