Perícia diz que fogos causaram incêndio em discoteca tailandesa

BANGCOC- O incêndio que deixou 65 mortos e cerca 200 feridos em uma discoteca de Bangcoc na noite de ano novo foi devido ao uso de fogos de artifício, confirmou neste sábado a investigação policial.

EFE |

No entanto, ainda não se sabe se o fogo foi provocado pelo espetáculo pirotécnico organizado pelo clube noturno ou por morteiros lançados por clientes que estavam na festa, explicou o subdiretor da Polícia tailandesa, general Jongrak Jutanont.

Até o momento foram emitidas ordens de detenção para cinco pessoas, entre elas Wisuk Setsawak, um dos proprietários e que já se entregou às autoridades.

Os bombeiros denunciaram que o pouco número de saídas e janelas com barras de ferro nos andares superiores contribuíram para elevar o número de vítimas.

A discoteca operava sem licença desde 2004, quando teve seu direito de funcionar caçado por ausência de medidas de segurança.

A sala de festas, frequentada por tailandeses de classe média e alguns estrangeiros, tinha uma entrada principal e duas portas pequenas, embora não estivessem devidamente sinalizadas e fossem conhecidas unicamente por funcionários.

    Leia tudo sobre: bangcoc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG