Pergunta sobre 'casamento aberto' irrita Gingrich em debate republicano

Ex-mulher de pré-candidato à presidência dos EUA diz que ele pediu que ela tolerasse um caso extraconjugal na década de 1990

iG São Paulo |

O pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos Newt Gingrich ficou irritado durante um debate televisivo, realizado na Carolina do Sul nesta quinta-feira, ao ser questionado sobre se tinha proposto um “casamento aberto” para a ex-mulher.

“Estou horrorizado pelo fato de você ter começado um debate presidencial com um assunto com esse’, disse Gingrich ao moderador do debate, o apresentador John King, da CNN. “Acho que a natureza perturbadora, maldosa e negativa da imprensa faz com que governar este país seja mais difícil.”

Saiba mais: Veja especial do iG sobre as eleições nos EUA

AP
Durante debate em Charleston, Carolina do Sul, Gingrich reage com irritação à pergunta sobre se ele propôs "casamento aberto" para a ex-mulher (19/01)

Na quinta-feira, a ex-mulher de Gingrich, Marianne, disse em entrevista à rede ABC que na década de 1990 ele propôs que ela aceitasse ter um “casamento aberto”, para poder manter uma amante. De acordo com Marianne, esta mulher era Callista Bistek, com quem Gingrich é casado atualmente.

“Eles mantinham um caso no nosso quarto, no nosso apartamento em Washington”, afirmou a ex-mulher. “Ele me pediu para ter um casamento aberto e eu recusei. Isso não é casamento.” No debate, Gingrich afirmou que as declarações são “falsas”.

O caso pode prejudicar o desempenho do candidato na primária da Carolina do Sul, marcada para sábado, já que mais da metade dos eleitores republicanos no Estado são evangélicos.

Leia também: Iowa anula vitória de Romney e declara disputa sem vencedor

Gingrich, ex-presidente da Câmara, está subindo nas pesquisas sobre as primárias de sábado. O ex-governador de Massachusetts Mitt Romney continua sendo apontado como favorito, mas levantamentos indicam uma redução de sua vantagem.

Durante o debate, Romney voltou a ser pressionado a divulgar sua declaração de imposto de renda, após ser criticado por pagar apenas 15% de taxas. Ele foi vaiado ao dizer que "talvez" divulgue declarações de rendimentos abrangendo vários anos.

Numa provocação ao líder nas pesquisas, o comitê de Gingrich divulgou a mais recente declaração de imposto dele horas antes do debate.

O encontro entre os pré-candidatos encerrou um dos dias mais tumultuados da campanha. Na quinta-feira, autoridades do Partido Republicano em Iowa anularam a vitória de Romney no caucus realizado no início do mês.

Até então, acreditava-se que ele tinha vencido a disputa por oito votos, mas uma revisão apontou que o segundo colocado, Rick Santorum, foi quem ficou na frente por 34 votos. Falhas na contagem, porém, levaram o Estado a não declarar um vencedor.

Além disso, a quinta-feira também foi marcada pela desistência do governador do Texas , Rick Perry, que encerrou a campanha e manifestou apoio a Gingrich.

Com Reuters e AP

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG