Pergunta feita por atletas das duas Coréias é censurada em Pequim

Um dirigente do comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Pequim (BOCOG) censurou neste sábado uma pergunta de um norte-coreano e um sul-coreano, ambos medalhistas de tiro de carabina, por considerar que a mesma não estava relacionada com esporte.

AFP |

O incidente aconteceu depois que três medalhistas, o chinês Wei Pang, o sul-coreano Jin Jong-oh e o norte-coreano Kim Jong-su, subiram ao pódio para posar para os fotógrafos.

Um jornalista ocidental perguntou aos dois coreanos: "Vocês já se cumprimentaram e se falaram no pódio?". O dirigente do BOCOG encarregado da coletiva de imprensa interveio: "Esta pergunta não será respondida porque não se relaciona com o esporte".

Sua reação provocou uma onda de protestos entre os jornalistas estrangeiros presentes. Os jornalistas sul-coreanos, que não puderam intervir por carecer de tradutor, abandonaram a sala expressando ruidosamente seu descontentamento.

Indagados depois a respeito do pódio de resultado cem por cento asiático, os medalhistas sorriram e Jin declarou: "Ótimo que sejam países asiáticos que levaram as três medalhas. Esperamos ganhar mais".

A delegação da Coréia do Norte mudou de posição para não desfilar atrás da Coréia do Sul na sexta-feira, em Pequim, durante o desfile inaugural dos Jogos Olímpicos de 2008.

Ao contrário do que estava previsto segundo a ordem alfabética, a Coréia do NOrte, aclamada pelo público, desfilou quatro posições atrás, entre as delegações de Montenegro e do Chile.

A mudança foi anunciada em um comunicado oficial, sem especificar as razões.

Nas duas edições anteriores dos Jogos, as duas Coréias, separadas desde a guerra na península asiática (1950-1953), desfilaram juntas, o que não fizeram nesta ocasião, pois suas relações se deterioraram nos últimos meses com a posse do novo presidente sul-coreano, Lee Myung-Bak, em fevereiro, e a morte de uma turista sul-coreana baleada por um soldado norte-coreano em 11 de julho.

frb/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG