Peres quer transferir controle de locais cristãos em Israel para o Vaticano

Jerusalém, 4 mai (EFE).- O presidente de Israel, Shimon Peres, pediu que o Governo do país transfira ao Vaticano o controle dos principais locais cristãos no país, segundo informou hoje a rádio do Exército israelense, Galei Tzahal.

EFE |

O controle sobre estes pontos por parte do Vaticano é uma velha reivindicação a Israel e uma medida que, em princípio, parece ser alvo de receio do ministro do Interior israelense, Eli Yishai, chefe do partido ultra-ortodoxo sefardita.

Peres, que está em visita oficial aos Estados Unidos, onde amanhã se encontrará com seu colega americano, Barack Obama, está pressionando o Governo para que Israel transfira o controle de seis locais religiosos à Santa Sé, explicou a rádio.

Entre eles estão a Igreja da Anunciação, em Nazaré; o Cenáculo, onde se acredita que Jesus fez a última ceia com seus apóstolos; assim como o horto de Getsêmani, onde a tradição conta que Cristo se retirou para rezar antes de ser levado pelos soldados romanos.

"Se tivéssemos certeza de que isso traria milhões de peregrinos cristãos para cá, então teríamos uma boa razão para pensar nisso", opinou o ministro do Turismo israelense, Stas Misezhnikov, à emissora de rádio do Exército do país.

Na próxima sexta-feira, o papa Bento XVI inicia sua primeira visita como pontífice à Terra Santa, na qual visitará Jordânia, Israel e os territórios palestinos. EFE db/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG