Riad, 6 dez (EFE).- Quase três milhões de muçulmanos de todo o mundo iniciaram hoje o hajj, a peregrinação a Meca (Arábia Saudita), que constitui o quinto pilar do islã, informou a agência de notícias saudita SPA.

Desde o começo da manhã, grandes grupos de fiéis se dirigem ao Vale de Mina, cerca de dez quilômetros a leste de Meca, para o chamado Dia da Reflexão, ao longo do qual se dedicam ao recolhimento, à meditação e à oração.

A caminho do vale, homens e mulheres de diferentes nacionalidades, todos vestidos de branco, repetem sem parar: "Aqui estou, Senhor".

Ao todo, 100 mil homens fazem a segurança dos fiéis. Por ser o local que mais peregrinos recebe, em Mina, as autoridades sauditas montaram 60 mil barracas de campanha. Além disso, disponibilizaram hospitais, centros de telecomunicações, estabelecimentos comerciais e ambulâncias.

Os fiéis permanecerão em Mina até a próxima madrugada, quando começarão a subir o Monte Arafat, no ritual mais importante do hajj.

Nesse monte, o profeta Maomé, dois meses antes de sua morte na cidade de Medina, pronunciou seu último sermão, em meio a milhares de seguidores. EFE aj/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.