Pequim substituirá fuzilamento por injeção letal nas execuções

Pequim, 17 jun (EFE).- A capital chinesa substituirá antes do fim deste ano o fuzilamento pela injeção letal para executar seus condenados à morte, informa hoje o diário Beijing Youth Daily, que cita ao Alto Tribunal Popular de Pequim.

EFE |

Com este objetivo, a capital chinesa está construindo um recinto especial para realizar a execução por injeção letal no centro de detenções de Dougezhuang, cerca de 20 quilômetros ao noroeste de Pequim.

Pequim é a sétima cidade chinesa a aplicar esta mudança desde que a injeção letal começou a ser utilizada.

O Tribunal Popular Supremo (TPS) chinês decidiu difundir em janeiro de 2008 este método a todo o país asiático, o que mais penas de morte dita no mundo, por considerá-lo "mais humano" que o fuzilamento. EFE mz/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG