Pequim protesta contra Washington por encontro de funcionária com dalai lama

Pequim, 22 abr (EFE).- O Governo chinês apresentou um protesto a Washington devido ao encontro mantido pela subsecretária de Estado para Assuntos Globais americana, Paula J.

EFE |

Dobriansky, com o dalai lama.

"A subsecretária insistiu em se reunir com o dalai lama, sem levar em conta a firme oposição da China, e realizou comentários irresponsáveis sobre assuntos tibetanos, o que é totalmente um assunto interno da China", disse, em entrevista coletiva, a porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores chinês, Jiang Yu.

Jiang acrescentou que a decisão dos EUA "violou de forma extrema os princípios básicos das relações internacionais", e que a China apresentou um protesto formal a Washington.

A porta-voz insistiu na versão do Governo chinês que culpa o círculo próximo ao dalai lama de incitar a revolta registrada em março no Tibete.

Jiang pediu a Washington que pare de apoiar "as atividades separatistas do dalai lama, para evitar prejudicar as relações sino-americanas e a imagem da América".

Dobriansky se reuniu nesta segunda-feira com o dalai lama em Michigan (EUA), e publicou uma nota no jornal "The Washington Post" criticando a política chinesa no Tibete. EFE mz/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG