Pequim freta avião para repatriar chineses do México

O governo chinês determinou na noite desta segunda-feira, hora local, o envio de um charter ao México para trazer de volta cerca de 200 cidadãos chineses bloqueados no país pela suspensão dos voos entre os dois países devido à epidemia de gripe suína, anunciou uma companhia aérea chinesa.

AFP |

O avião da Southern Airlines deixou a cidade de Cantão às 22H00 locais (11H00 de Brasília) com destino a Pequim, Cidade do México e Tijuana (norte do México), e deve chegar a Xangai quarta-feira às 09H00 locais (22H00 de terça-feira, hora de Brasília). O voo deve durar 31 horas, ressaltou a companhia em comunicado.

Um especialista do ministério chinês da Saúde e alguns médicos embarcarão no avião para tomar as medidas necessárias contra a propagação do vírus. Máscaras serão fornecidas aos passageiros, segundo o comunicado.

A China suspendeu sábado os voos entre a Cidade do México e Xangai, depois da confirmação do primeiro caso de contaminação pelo vírus da gripe A (H1N1) na Ásia, detectado em um mexicano que desembarcou em Hong Kong depois de uma escala em Xangai.

O governo mexicano, por sua vez, anunciou nesta segunda-feira o envio à China de um avião para repatriar seus cidadãos presentes naquele país, entre eles os 40 que foram colocados em quarentena.

frb/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG