Pequim felicita equipe econômica de Obama e oferece cooperação perante crise

Pequim, 25 nov (EFE).- A Chancelaria chinesa felicitou hoje a equipe econômica escolhida pelo presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, e expressou seu desejo de cooperar com ele na atual crise financeira global.

EFE |

"Tivemos notícia de que o presidente eleito, Barack Obama, nomeou alguns membros de seu Governo, e lhes expressamos nossas felicitações", disse o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores chinês, Qin Gang, em entrevista coletiva.

Qin transmitiu o desejo de seu Governo de estreitar a cooperação com a nova equipe econômica da Casa Branca, que assumirá seus novos cargos em 20 de janeiro.

"Esperamos que a economia americana possa manter seu desenvolvimento, o que é bom para a China e o resto do mundo. A China continuará se coordenando e cooperando com os EUA para enfrentar a atual crise financeira internacional", acrescentou o porta-voz.

Obama apresentou na segunda-feira sua equipe econômica, cuja prioridade será resgatar os mercados financeiros e enfrentar a atual crise financeira, a pior desde a Grande Depressão americana da década de 30.

Timothy Geithner, responsável do Federal Reserve (banco central americano) de Nova York, foi escolhido por Obama para liderar o Departamento do Tesouro, enquanto o ex-secretário da mesma pasta Lawrence Summers ficará responsável pelo Conselho Econômico Nacional.

Obama propôs um plano de resgate para os mercados financeiros americanos e outro para criar e salvar 2,5 milhões de postos de trabalho, dentro de um pacote de medidas avaliado em US$ 500 bilhões que inclui despesas federais e cortes tributários durante os próximos dois anos.

O porta-voz chinês qualificou o plano de Obama de "mais agressivo" e ressaltou a importância do crescimento americano para garantir o desenvolvimento do resto do mundo. EFE mz/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG