Pequim envia mais tropas e helicópteros para zona de desastre

O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, ordenou o envio de mais 90 helicópteros e cerca de 30 mil homens para auxiliar nas operações de socorro das vítimas do terremoto que devastou o sudoeste da China, informou nesta quinta-feira a imprensa oficial.

AFP |

Wen determinou o envio dos helicópteros na noite de quarta-feira, para reforçar o grupo de 20 aparelhos que já realiza missões de reconhecimento, lançamento de víveres e medicamentos, e transporte de socorristas e feridos, segundo a agência Nova China.

O Exército Popular de Libertação decidiu deslocar mais 30 mil soldados para a zona atingida, elevando o número total de militares na região a 100 mil.

Os militares chineses vão lançar 50 mil pacotes com víveres e grande quantidade de outros materiais sobre as zonas mais atingidas nesta quinta-feira, revelou a Nova China.

Entre os produtos de primeira necessidade que serão lançados, especialmente nos municípios de Beichuan e Wenchuan, figuram pacotes de comida desidratada, 25 pares de galochas, 5 mil cobertores, 54 mil roupas e artigos de uso diário, segundo a agência.

O terremoto de segunda-feira, de magnitude 7,9 graus na escala Richter, matou quase 15.000 pessoas e deixou milhares de desaparecidos, segundo o último balanço oficial.

jg/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG