Pequim diz que navio dos EUA infringiu leis internacionais

Pequim - O governo da China afirmou nesta terça-feira que o navio americano que, segundo os Estados Unidos, foi intimidado por cinco embarcações chinesas no domingo, perto da ilha de Hainan, infringiu as leis internacionais e chinesas sobre o uso de águas territoriais.

EFE |

"As reivindicações dos EUA são totalmente inexatas e confusas, e são absolutamente inaceitáveis para a China", disse hoje o porta-voz da Chancelaria chinesa Ma Zhaoxu, em coletiva de imprensa.

AP

Chineses acusam Estados Unidos de violação de leis internacionais

"A embarcação da Marinha americana Impeccable infringiu as leis internacionais e chinesas e estava realizando atividades na zona exclusiva econômica do Mar da China Meridional sem a permissão da China", afirmou o porta-voz.

Segundo o porta-voz, o governo chinês apresentou um protesto formal perante o americano. Ma, em nome do governo, pediu a Washington a "cessação imediata dessas atividades e a tomada de medidas para evitar incidentes similares no futuro".

De acordo com o Pentágono, cinco navios chineses seguiram e realizaram no domingo passado "manobras agressivas" em uma proximidade "perigosa" ao Impeccable.

Leia mais sobre: China - Estados Unidos

    Leia tudo sobre: chinaeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG