Pequim aumenta esquema de segurança no metrô

Pequim, 31 jul (EFE).- Os usuários do metrô de Pequim enfrentarão a partir de hoje fortes esquemas de segurança, e até mesmo bolsas e mochilas terão de passar por aparelhos de controle, informou a agência oficial de notícias Xinhua.

EFE |

Os passageiros que se negarem a cooperar e a se submeter ao controle podem ser expulsos do metrô e sua conduta pode até mesmo ser punida com 15 dias de detenção e o pagamento de multa.

Até agora, somente as bagagens de maior volume eram revistadas pelo pessoal da segurança.

Pequim começou no dia 29 de junho uma campanha para deixar fora da rede de metrô objetos perigosos como pistolas, munição, facas, explosivos, e material inflamável ou tóxico, como medida de segurança com vistas aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos.

Desde que aumentou o controle de segurança, mais de 3.400 objetos foram detectados e apreendidos, e aproximadamente 2.000 pessoas foram expulsas do metrô.

Na terça-feira de manhã, uma bolsa abandonada cheia de roupa suja pôs em xeque a Polícia chinesa, que isolou uma parte do centro da capital até neutralizar esta falsa ameaça. EFE jt/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG