antipornografia - Mundo - iG" /

Pequim ameaça fechar Google e Baidu em campanha antipornografia

Pequim, 5 jan (EFE).- O regime chinês lançou hoje mais uma campanha destinada a proteger a saúde mental e a moralidade pública dos jovens diante dos conteúdos pornográficos nos sites mais visitados do país, como o Google e o Baidu.

EFE |

Se estes sites, os mais visitados do país, não eliminarem seus conteúdos, serão fechados pelo Governo.

O Ministério da Segurança Pública e outras seis agências governamentais anunciaram hoje a campanha após uma reunião, segundo a televisão estatal chinesa.

Na mencionada reunião, foram indicadas os 19 principais sites com "conteúdos pornográficos e vulgares que não estão tomando medidas efetivas" para combatê-los.

Estes sites são o Google, o Baidu, o Sina.com, o Sohu.com, o QQ.com, o NetEase.com, o Chinaren.com, o Zhongshou.com, o Mop.com, o OpenV.com, o Vodone.com, o Tianya.cn, o Uuu9.com, o Yesky.com, o Hefei.cc, o Tiexue.net, o 131.com, o SoGua.com, e o Kuaiche.com.

"A vulgaridade se estendeu pela internet", disse Cai Mingzhao, subdiretor-general do Escritório de Informação do Conselho de Estado (Executivo), através da "CFTV".

Esta vulgaridade "prejudica seriamente a saúde física e mental da juventude chinesa, e danifica diretamente os interesses e direitos do povo chinês", acrescentou.

Os relatórios anuais de ONGs como a Repórteres Sem Fronteiras ou a Human Rights Watch indicam que a maquinaria de censura chinesa na internet é a mais potente do mundo, e perante ela se dobraram multinacionais como a Google e a Yahoo!, a fim de ter acesso ao maior país em número de usuários do mundo, com 290 milhões. EFE mz/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG