Pequeno avião causa breve pânico em Washington

WASHINGTON (Reuters) - Partes da Casa Branca e do Capitólio norte-americano foram rapidamente esvaziadas de emergência nesta sexta-feira, após o piloto de um pequeno avião ter invadido um espaço aéreo restrito sobre a capital dos Estados Unidos. Procedimentos apropriados foram tomados. O piloto concordou. Está acabado, disse uma porta-voz do Departamento de Segurança Interna.

Reuters |

Uma autoridade da Administração Federal de Aviação informou que o avião, identificado como um monomotor Cessna, pousou depois em uma área do aeroporto de Washington sem qualquer problema.

O susto levou o serviço secreto norte-americano a esvaziar o gramado norte na frente da Casa Branca, enquanto no Capitólio o Senado entrou em um breve recesso.

Um sinal de "tudo limpo" foi dado pela polícia do Capitólio dentro de minutos, e legisladores e funcionários voltaram ao andar do Senado. Trabalhadores também deixaram por alguns instantes a área do prédio ocupada pela Câmara dos Deputados.

Após os ataques de 11 de Setembro de 2001, autoridades aumentaram a segurança e limitaram ainda mais o espaço aéreo em torno de Washington. Desde então houve muitos incidentes de pequenos aviões que invadiram a área de segurança da capital.

(Reportagem de Susan Cornwell, Deborah Charles e Donna Smith)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG