Pentágono retira acusações contra 5 detidos em Guantánamo

Washington, 21 out (EFE) - O Pentágono anunciou hoje a retirada de acusações de cinco detidos na base naval americana em Guantánamo, em Cuba, mas não justificou a ação. O comandante J.D.

EFE |

Gordon, um porta-voz do Departamento de Defesa, confirmou à Agência Efe que a autoridade máxima das Cortes especiais antiterroristas de Guantánamo retirou as acusações contra Noor Uthman Muhammaed, Binyam Mohammed, Sufyian Barhoumi, Ghassan Abdullah al-Sharbi e Jabran Said bin al-Qahtani.

Gordon disse que as normas das Cortes não obrigam a decisão a ser justificada e ressaltou que o Pentágono tem a opção de apresentar as acusações novamente no futuro.

Com esta medida, só restam 16 detidos nessa base com acusações apresentadas pelo Departamento de Defesa americano, segundo Gordon.

"O promotor-chefe, o coronel do Exército Lawrence Morris, recentemente nomeou novas equipes de promotores que revisarão todo o material disponível, coordenarão com as agências de inteligência e recomendarão as ações apropriadas em cada caso", disse Gordon. EFE cma/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG