Pentágono critica bombardeio americano que matou civis no Afeganistão

Um inquérito do Exércio americano concluiu que houve problemas na forma como foram conduzidos bombardeios dos Estados Unidos no Afeganistão em maio passado, que deixaram dezenas de civis mortos, anunciou o Pentágono nesta segunda-feira.

AFP |

A investigação mostra que os militares envolvidos nos ataques não respeitaram as regras e procedimentos destinados a evitar vítimas civis, haviam informado antes à AFP duas autoridades que solicitaram o anonimato.

Esses ataques mataram 140 civis, segundo o governo afegão, e 97, segundo a Comissão Afegã Independente de Direitos Humanos (AIHRC).

Bombas de 900 quilos - talvez muito potentes, devido à proximidade dos civis - foram utilizadas durante os bombardeios, disse uma dessas autoridades.

A investigação sobre o que ocorreu no início de maio no distrito de Bala Buluk foi iniciada a pedido do general David Petraeus, comandante das forças americanas na região" , acrescentou a autoridade.

ddl/mac/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG