Pentágono anuncia dramático aumento da violência no Afeganistão

O Pentágono informou, nesta segunda-feira, que a violência insurgente está aumentando em todo o Afeganistão e que as forças internacionais precisam de tropas e recursos para conseguir controlar o sul do país.

AFP |

Em um relatório ao Congresso, o Departamento da Defesa descreveu um dramático aumento dos ataques insurgentes durante a primavera e o verão (boreal) de 2008, destacando o período como o mais violento desde a destituição dos talibãs do poder, em 2001.

No sul, "onde os recursos não estão suficientemente concentrados, a segurança não pode ser estabelecida, nem mantida", ressalta o texto.

"Nessas zonas, a estratégia da contra-insurgência no espectro militar, de governo e econômico não pode ser implementada, e os insurgentes conservam seu lugar entre a população local afegã", acrescenta o documento.

No pior atentado desde o início de 2009, pelo menos 25 policiais morreram nesta segunda-feira em um ataque suicida - reivindicado pelos talibãs - em um centro de treinamento no sul do Afeganistão.

Os ataques da insurgência aumentaram 33% em 2008, e os assaltos nas principais auto-estradas do país subiram 37%, em comparação a 2007, completa o informe.

O uso de explosivos improvisados também cresceu brutalmente, assim como os ataques a projetos de construção e de infra-estrutura.

Apesar da presença dos cerca de 70.000 soldados das forças internacionais, a insurreição dos talibãs, expulsos do poder no final de 2001 por uma coalizão liderada pelos Estados Unidos, está-se fortalecendo e expandindo-se há dois anos.

ddl/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG