Pentágono acha que Irã terá bomba nuclear em três anos

Washington, 24 mai (EFE).- O chefe do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, almirante Mike Mullen, disse hoje que, daqui a três anos, possivelmente o Irã estará preparado para fabricar uma bomba, motivo pelo qual declarou que ainda há tempo para a diplomacia.

EFE |

Em entrevista ao programa "This Week", da rede de TV "ABC", o chefe das Forças Armadas americanas destacou que as hipóteses sobre o Irã com as quais os EUA trabalham indicam "claramente" que o país "está se movimentando nesta direção e continuará a fazê-lo".

Mullen lembrou que, na semana passada, o Irã realizou um bem-sucedido teste de um míssil de longo alcance e continua melhorando sua capacidade armamentística.

O almirante disse desconfiar do discurso do Governo iraniano de que usará a energia nuclear apenas para fins civis.

No entanto, declarou que um ataque às instalações nucleares iranianas traria "graves consequências", por isso ressaltou a importância de um diálogo com o Governo de Teerã.

Nesse sentido, afirmou que os EUA devem se aproximar do Irã com "todas as opções sobre a mesa", para evitar que esse país fabrique uma bomba nuclear.

O presidente Barack Obama já se mostrou a favor de uma aproximação com Irã, país com o qual Estados Unidos romperam relações diplomáticas em 1980. EFE elv/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG