Pentágono abrirá nova licitação por aviões de abastecimento

O senador Richard Shelby disse nesta quarta-feira que o Pentágono decidiu reabrir a licitação de um contrato de US$ 35 bilhões por um avião de carga que havia sido concedido ao Northrop Grumman.

AFP |

"Esta é a melhor de todas as opções", afirmou o senador pelo estado do Alabama por meio de um comunicado de imprensa, acrescentando que o secretário de Defesa Robert Gates divulgará a nova licitação.

Em 29 de fevereiro, a Força Aérea americana escolheu o construtor europeu EADS, fabricante do Airbus, e a Northrop para que lhe fornecessem 179 aviões de abastecimento, em um contrato de US$ 35 bilhões de dólares, um dos maiores já assinados pelo Pentágono nos últimos anos.

Em 11 de março, a Boeing apresentou um recurso ao GAO, questionando a atribuição do contrato por "irregularidades no desenvolvimento da licitação e na avaliação das ofertas".

Mais recentemente, em 12 de junho, a Northrop Grumman, sócia da européia EADS, reconheceu que o Pentágono havia cometido muito erros na avaliação dos dois candidatos na licitação para renovar sua frota de aviões-tanque.

"A Força Aérea americana descobriu cinco erros no cálculo do custo mais provável do ciclo de vida (do programa), o que implica um leve ajuste dos custos operacionais dos dois aparelhos", declarou na ocasião o grupo de defesa americano, em nota enviada à AFP por e-mail.

Esses erros menores ficaram em evidência durante a revisão do processo de avaliação realizada a pedido do GAO (Government Accountability Office, o braço investigativo do Congresso americano), dentro do recurso apresentado pela Boeing, o outro grupo que havia feito uma oferta.

jm/lm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG