Pelotão de fuzilamento chega à prisão onde estão condenados indonésios

Jacarta - O pelotão que fuzilamento que executará os três condenados a morte pelos atentados de Bali de 2002, nos quais morreram 202 pessoas, já está na ilha-prisão de Nusakambangan na Indonésia, um novo sinal do caráter iminente do cumprimento da pena.

EFE |

Os encarregados de fuzilar Imam Samudra, Amrozi Nurhasyim e Ali Ghufron, membros do grupo radical islâmico Jemaah Islamiya, (YI), o braço regional da Al Qaeda no Sudeste Asiático, chegaram ao presídio de máxima segurança de Cilacap (Java) junto a dois promotores de Bali, informaram hoje vários meios de imprensa locais.

O pessoal se une ao promotor que presidirá a execução, que se encontra em Cilacap desde sexta-feira, enquanto também está previsto que os réus sejam visitados por seus parentes, embora por enquanto se desconhece a data definitiva do justiçamento.

    Leia tudo sobre: pena de morte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG