O envio de 17.000 soldados americanos como reforço militar nos próximos meses ao Afeganistão não é o começo de uma escalada, declarou nesta segunda-feira a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi.

"A impressão que tive do almirante (Michael) Mullen - chefe do Estado Maior conjunto americano -, é que não se trata do começo de uma escalada", disse.

Pelosi discursou nesta segunda-feira no Capitólio, voltando de sua viagem à Itália, onde visitou soldados americanos acompanhada de uma delegação de parlamentares, com a qual seguiu depois para o Afeganistão.

Pelosi destacou que o envio de mais tropas será coordenado com medidas para "responder a corrupção sistemática no governo afegão e reprimir o tráfico de drogas".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.