Pelo menos quatro supostos insurgentes morrem e 42 são detidos no Iraque

Bagdá, 20 jun (EFE).- Pelo menos quatro supostos insurgentes morreram e 42 foram detidos entre esta quinta-feira e hoje no Iraque pelas forças americanas e iraquianas, informaram o comando militar dos Estados Unidos e fontes do Ministério do Interior iraquiano.

EFE |

Em comunicado, o Exército americano anunciou em comunicado que pelo menos quatro supostos "terroristas" morreram e outros 18 foram detidos em várias operações contra a rede Al Qaeda desenvolvidas nas últimas 48 horas nos arredores de Bagdá.

Em outra nota, o comando militar dos EUA revelou a detenção, nesta quinta-feira, de um dirigente de um "grupo especial", expressão com a qual o Exército se refere às milícias xiitas vinculadas à Guarda Revolucionária do Irã.

Segundo o texto, o detido - que foi capturado durante uma operação especial no sul de Bagdá - tem ligação com o escritório do Bloco Sadr, leal ao clérigo xiita Moqtada al-Sadr, na cidade santa de Najaf, 160 quilômetros ao sul da capital.

Fontes do Ministério do Interior iraquiano disseram que pelo menos 18 supostos rebeldes foram detidos ontem à noite na província de Basra, no sul do país, durante uma operação das forças de segurança iraquianas.

Nessa operação, as autoridades apreenderam 19 bombas, três foguetes Katyusha e 17 mísseis.

As fontes também disseram que mais cinco supostos insurgentes foram capturados hoje no bairro de Maidan, no centro de Mossul, cerca de 400 quilômetros ao norte de Bagdá. EFE am/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG