Pelo menos onze morrem em confrontos entre hindus e cristãos na Índia

Nova Délhi, 27 ago (EFE).- Pelo menos onze pessoas morreram nos últimos três dias em confrontos entre fundamentalistas hindus e cristãos na região indiana de Orissa, informou hoje uma fonte oficial.

EFE |

O toque de recolher foi imposto em pelo menos onze cidades do distrito Kandhamal, e se estenderá para outras zonas ou serão aplicadas mais restrições em função da evolução da situação, segundo o chefe do distrito, Kishan Kumar, citado pela agência "Ians".

Policiais e paramilitares estão patrulhando em Kandhamal e as concentrações com mais de quatro pessoas foram proibidas, segundo a fonte.

O responsável regional do Interior, Prakash Jaiswal, deve visitar hoje a zona onde várias dezenas de casas e igrejas foram incendiadas pelos radicais.

Em 23 de agosto, morreu em um tiroteio um líder local do grupo hinduísta Vishwa Hindu Parishad, e os fundamentalistas acusaram a minoria cristã da região pelo assassinato, o que estes negaram.

Dois dias depois, um grupo de radicais hindus colocou fogo em um orfanato e em várias casas, causando a morte de duas pessoas.

A violência continuou desde então, e onze pessoas morreram nos distúrbios entre as duas comunidades. EFE mb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG