Pelo menos oito mortos em enfrentamentos em cinturão tribal paquistanês

Islamabad, 10 abr (EFE).- Pelo menos oito pessoas morreram e mais de 40 ficaram feridas em enfrentamentos entre grupos rivais no conflituoso cinturão tribal paquistanês, segundo uma fonte oficial citada pela rede privada Geo TV.

EFE |

Os choques - que começaram há cinco dias quando um dos grupos atacou com mísseis o outro - acontecem em várias localidades da região tribal de Kurram, perto da fronteira afegã.

Nos combates, em que várias casas foram destruídas, estão sendo utilizados foguetes, morteiros e armas automáticas.

Líderes tribais locais anunciaram que protestarão amanhã contra a Administração local por não ter conseguido instaurar a paz nem reativar a provisão elétrica na região.

Além disso, como conseqüência dos enfrentamentos a população do local também sofre com a escassez de alimentos.

Os combates entre grupos rivais são freqüentes no volátil e empobrecido noroeste paquistanês, especialmente no cinturão tribal, onde se escondem diversos membros da insurgência talibã.

Este ano, mais de 600 pessoas já perderam a vida como conseqüência da violência no Paquistão, a maioria delas no cinturão tribal e na Província da Fronteira do Noroeste, territórios limítrofes com o Afeganistão.

O novo Governo colocou como prioridade aumentar o potencial de desenvolvimento econômico das regiões tribais como forma de combater o extremismo. EFE igb/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG