Tamanho do texto

Pelo menos nove pessoas morreram nesta sexta-feira e outras 90 ficaram feridas em um atentado suicida atribuído aos Tigres Tâmeis contra um ônibus que transportava policiais em Colombo, de acordo com um registro de fontes oficiais cingalesas.

"Segundo as primeiras informações, uma moto conduzida por um terrorista suicida dos Tigres de Libertação do Eelam Tamil (LTTE) se chocou contra um carro que levava policiais", disse o general de brigada, Udaya Nanayakkara, porta-voz do Exército.

Oito policiais e o terrorista morreram no ataque e houve "vários feridos", indicou.

O ataque ocorreu no bairro onde fica localizada a residência oficial do presidente do país, Mahinda Rajapakse, e o hotel Hilton, além de uma área de salas empresariais denominada World Trade Center, que no passado já foi alvo de um ataque do LTTE.

O novo atentado foi registrado no momento que o governo reforça sua ofensiva no norte da ilha contra os rebeldes tâmeis.

Em luta desde 1972, os Tigres, da etnia tamil e religião hindu, lutam pela independência do norte e nordeste do Sri Lanka, cuja população é composta em 75% por budistas cingaleses. As três décadas de luta deixaram entre 60.000 e 70.000 mortos.

mg/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.