Pelo menos duas pessoas morreram e 32 ficaram feridas em confrontos entre dois grupos rivais nesta quarta-feira em Trípoli, maior cidade do norte do Líbano.

Esses choques foram registrados na rua principal que divide os bairros populares de Bab al-Tebbaneh e Jabal Mohsen. Há duas semanas houve enfrentamentos de caráter político nesses bairros, que deixaram nove mortos e cerca de 45 feridos.

Bab al-Tebbaneh, de maioria sunita, é um feudo da maioria parlamentar anti-síria, enquanto que os moradores de Jabal Mohsen fazem parte da comunidade alauita (um ramo do xiismo), e são partidários do movimento xiita Hezbollah, que lidera a oposição.

"Um morador de Jabal Mohsen e um pedestre que ficaram no meio do fogo cruzado morreram nesta quarta-feira em confrontos que também deixaram 32 feridos", disse à AFP uma autoridade de segurança.

Os feridos pertencem aos dois grupos rivais, sunitas e alauitas, que se enfrentam desde terça-feira à noite, acrescentou essa fonte.

Os enfrentamentos se intensificaram na manhã desta quarta-feira no bairro de Bab al-Tebbaneh, onde dezenas de moradores fugiram de suas casas para se refugiarem em lugares mais seguros, constatou a AFP.

Durante a madrugada disparos de foguetes foram ouvidos.

Essa fonte indicou que a Polícia havia recebido ordens de aumentar o patrulhamento e "prender qualquer pessoa que perturbe a segurança pública".

O Exército tomou posição nos principais pontos de Bab al-Tebbaneh na terça-feira à noite.

oi-rk/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.