Pelo menos cinco soldados morrem e seis ficam feridos em combate na Chechênia

Moscou - Pelo menos cinco soldados russos morreram e outros seis ficaram feridos em um combate com a guerrilha islâmica do sudoeste da Chechênia, informaram hoje fontes policiais.

EFE |

O choque armado aconteceu ontem na região de Urus-Martan, onde uma unidade das tropas do Ministério do Interior da Rússia detectou um grupo guerrilheiro integrado até por quinze homens, segundo um porta-voz da Polícia.

O comandante da unidade do Ministério do Interior, cuja identidade não foi revelada, morreu no combate.

Segundo a Polícia, que não informou se houve baixas entre os membros do grupo guerrilheiro, as forças de segurança fazem buscas na zona onde aconteceu o enfrentamento.

O presidente da Chechênia, Ramzan Kadyrov, declarou na véspera que as forças de segurança tinham matado seis guerrilheiros em uma operação especial no sul da república.

Em abril do ano passado, o Comitê Nacional Antiterrorista da Rússia pôs fim, na Chechênia, ao regime de operação antiterrorista vigente durante dez anos, com o argumento que a situação tinha melhorado na região.

Por conta da decisão, a luta antiterrorista na Chechênia acontece agora de acordo com as normas do resto do país.

Leia mais sobre: Chechênia

    Leia tudo sobre: chechênia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG