Pelo menos 60 presos em operação contra corte ilegal de árvores na Amazônia

Rio de Janeiro, 29 abr (EFE).- Pelo menos 60 pessoas, entre policiais e servidores públicos, foram detidas hoje em uma operação contra uma organização criminosa acusada do corte ilegal de árvores na Amazônia, informaram fontes oficiais.

EFE |

A Operação Termes, realizada no Mato Grosso, foi iniciada pela Polícia Federal para desarticular um grupo que extraía madeira de forma ilegal.

O grupo, que também oferecia formas para regularizar madeiras retiradas ilegalmente da Amazônia, era composto por fiscais, funcionários de entidades ambientais, policiais e advogados.

A operação conta com a participação de 250 agentes da Polícia Federal e 20 da Força Nacional de Segurança Pública, que receberam ordens para prender 67 pessoas e realizar buscas em 58 escritórios e residências. EFE cm/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG