Pelo menos 40 mortos em choque de dois ônibus em Papua Nova Guiné

Sydney (Austrália) - Pelo menos 40 pessoas morreram e 18 foram hospitalizadas em Papua Nova Guiné após um choque entre dois ônibus no nordeste do país, indicaram hoje fontes policiais.

EFE |

A Polícia assinalou que 37 pessoas morreram na hora, enquanto outras três, que sofreram lesões graves, não sobreviveram ao trajeto até o hospital.

Os dois veículos, com capacidade para 25 pessoas, levavam um total de 59 passageiros e circulavam em grande velocidade quando se chocaram na terça-feira em uma rodovia de montanha perto do litoral na província de Morobe, enquanto tentavam fugir de buracos da estrada.

A Polícia não descarta a possibilidade de haver mais mortes, já que oito dos 19 sobreviventes permanecem na unidade de terapia intensiva do hospital de Lae enquanto os outros 11 são atendidos por lesões mais leves.

O superintendente de Polícia Peter Guinness indicou que "há muitos buracos na rodovia, alguns deles são como crateras e os motoristas queriam fugir deles".

A Polícia investiga se outros dois cadáveres foram levados por moradores da região a seu povo de origem, perto do local do acidente.

O acidente sobrecarregou os serviços de saúde de Lae, que tiveram que pedir emprestados contêineres refrigerados pela falta de espaço no necrotério do hospital.

Trata-se do maior acidente de trânsito da história do país, onde os motoristas costumam ultrapassar os limites de velocidade em estradas muito deficientes.

Em junho do ano passado, 21 pessoas morreram após um choque entre dois caminhões a 100 quilômetros de Puerto Moresby, capital do país.

Leia mais sobre: acidentes

    Leia tudo sobre: acidentetrem

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG