Pelo menos 40 pessoas morreram neste sábado em um ataque praticado contra um grande hotel de Islamabad, capital que atravessa uma onda de atentados sem precedentes perpetrados por grupos ligados à Al-Qaeda, anunciou a Polícia à AFP em um registro provisório.

Uma grande parte do hotel Marriott estava em chamas e o primeiro andar do imponente edifício, situado em pleno centro da cidade, estava destruído, constatou um jornalista da AFP.

"Muitas pessoas estão presas dentro do hotel", indicou um policial à AFP no local da explosão.

Um fotógrafo da AFP viu os corpos mutilados de pelo menos 20 pessoas mortas em frente à entrada do hotel Marriott.

O hotel, um dos dois mais freqüentados por estrangeiros em Islamabad, estava sob forte medidas de segurança e os veículos eram minuciosamente revistados frente a imponentes barreiras metálicas antes de poder entrar.

Foi, ao que parece, à frente de uma dessas barreiras que o carro-bomba explodiu.

gir/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.