Bagdá, 20 out (EFE).- Pelo menos quatro civis e um policial morreram em diversas ações armadas registradas nas últimas horas no Iraque, enquanto fontes militares anunciaram a detenção de 15 pessoas devido a supostas relações com a Al Qaeda.

Fontes do Ministério do Interior iraquiano disseram que duas pessoas morreram hoje e sete ficaram feridas devido à explosão de uma bomba na passagem do microônibus no qual estavam, no bairro de Al-Fadiylia, no leste de Bagdá.

Em outro incidente, um grupo de insurgentes assassinou ontem à noite a tiros um civil no leste de Mossul, 400 quilômetros ao norte de Bagdá.

No oeste da mesma cidade, um policial morreu ontem à noite devido aos tiros de desconhecidos, segundo as fontes.

Além disso, um dos membros do Partido Democrático do Curdistão perdeu a vida ontem após ser atingido a tiros por atacantes perto da casa dele, no leste de Mossul.

Porta-vozes militares dos EUA disseram hoje que quatro pessoas que eram procuradas por suspeita de pertencer ao grupo Al Qaeda no Iraque foram detidas, e também foram capturados outros 11 suspeitos de pertencer à mesma organização.

As detenções aconteceram ontem em Bagdá e na cidade de Sadiyah.

Dois dos detidos fariam parte de uma rede dos correios da Al Qaeda, segundo um comunicado da força militar multinacional destinada no Iraque.

am/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.