Pelo menos 28 supostos insurgentes morrem em conflito no Iraque

Bagdá 29 abr (EFE).- Pelo menos 28 supostos insurgentes morreram hoje em conflitos contra soldados americanos no bairro Cidade de Sadr, no leste de Bagdá, um dos redutos da milícia Exército Mehdi do clérigo xiita Moqtada al-Sadr, segundo informações do Exército dos Estados Unidos.

EFE |

Segundo um comunicado do comando militar americano, os enfrentamentos começaram após várias patrulhas do Exército serem atacadas com granadas e artefatos explosivos, ferindo seis soldados dos EUA.

Os conflitos contra os "criminosos", como os denomina o comando americano, duraram quatro horas.

Há um mês, a milícia "Exército Mehdi" e as tropas iraquianas, apoiadas pelos Estados Unidos, se enfrentam na Cidade de Sadr.

O porta-voz militar americano, Allen Batschelet, disse na nota que seu objetivo é "estabelecer uma vizinhança segura no sul da Cidade de Sadr para proteger os cidadãos de Bagdá, além de permitir que o Governo do Iraque restabeleça o crescimento econômico e melhore o fornecimento de serviços essenciais".

"Nós defenderemos a nós mesmos e aos cidadãos iraquianos dentro da lei",afirmou Batschelet.

Além disso, o porta-voz disse que as forças de seu país mostram continuamente "moderação e profissionalismo" quando são atacadas, e identificam "claramente" o inimigo antes de atuar. EFE am/rb/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG