Pelo menos 20 supostos militantes da Al Qaeda morrem em operação em Diyala

Bagdá, 1 mai (EFE).- Pelo menos 20 supostos militantes da Al Qaeda morreram, entre eles seis líderes do grupo, em uma operação conjunta do Exército iraquiano e americano em Diyala, no nordeste do Iraque, informou hoje a agência iraquiana Aswat Al Iraq.

EFE |

Em declarações à agência, o chefe do Exército iraquiano em Diyala, Ganim al-Quraeshi, explicou que a operação aconteceu ontem nas proximidades de Baquba, capital de Diyala, cerca de 65 quilômetros ao nordeste de Bagdá.

Qureishi afirmou que os seis líderes mortos durante a batida são estrangeiros procedentes de outros países árabes, mas não revelou suas nacionalidades.

A província de Diyala, onde vivem xiitas, sunitas e curdos, é reduto da insurgência sunita vinculada à rede terrorista Al Qaeda no Iraque.

Diyala foi alvo no passado de várias campanhas militares destinadas a perseguir os rebeldes, cujos ataques matam milhares de pessoas. EFE am/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG