Pelo menos 20 pessoas morrem soterradas em mina em Mianmar

YANGON (Reuters) - Pelo menos 20 pessoas foram mortas depois de soterradas em uma mina em Mianmar, no fim do mês passado. O deslizamento de terra aconteceu depois de uma chuva torrencial, disseram fontes do setor na terça-feira. Várias pessoas que buscavam ouro foram enterradas vivas, disse à Reuters uma pessoa envolvida no setor em Yangon, dizendo que ficou sabendo do incidente, ocorrido no dia 30 de julho, por meio de negociantes no Estado de Kachin, onde o acidente aconteceu.

Reuters |

A mídia oficial da antiga Birmânia não mencionou a tragédia que, segundo a fonte, ocorreu na mina de Hmawzizar, em Phakant, enorme área mineradora, cerca de 1.500 quilômetros ao norte de Yangon.

'Pelo menos 20 corpos foram encontrados até o dia 3 de agosto', disse a fonte, que não quis ser identificada.

Apesar de ser um dos países mais pobres da Ásia, Mianmar é um grande produtor de pedras preciosas e incidentes deste tipo são comuns. Pelo menos 16 pessoas morreram em um deslizamento de terra causado por chuvas torrenciais em Mogok, o centro das minas de rubi, em junho.

Os moradores locais costumam culpar as empresas de mineração, principalmente as pertencentes a pessoas próximas à junta militar que governa o país, dizendo que eles operam as minas de Dickensian em condições precárias, sem considerar a segurança ou o bem estar dos trabalhadores.

(Reportagem de Aung Hla Tun)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG