Pelo menos 150 insurgentes morreram desde início de operação no Afeganistão

Cabul, 13 mai (EFE).- Pelo menos 150 supostos insurgentes, entre eles muitos estrangeiros, morreram nas últimas semanas em combates contra tropas internacionais na província de Helmand, no sul do Afeganistão, informou hoje à Agência Efe uma fonte oficial.

EFE |

Os combates ocorreram no distrito de Garmser, onde as tropas da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) lançaram em 29 de abril uma operação em coordenação com as tropas americanas.

Além de afegãos, entre os combatentes que morreram havia árabes, uzbeques, chechenos e paquistaneses, disse o governador de Helmand, Gulab Mangal.

O comando dos Estados Unidos no Afeganistão informou hoje sobre a morte no distrito de mais de dez insurgentes durante um combate contra suas tropas que incluiu um bombardeio da Aviação americana.

Segundo Mangal, há em Garmser cerca de 500 insurgentes, incluindo combatentes estrangeiros.

A operação conta com a participação de uma unidade de marines formada por 2.300 militares, com o objetivo de, segundo a Isaf, fortalecer a segurança e discutir com líderes locais como alcançar a estabilidade em seu território. EFE lo/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG