Pelo menos 140 detidos desde o início dos protestos

Pelo menos 140 políticos, universitários, estudantes e jornalistas iranianos foram presos desde o início dos distúrbios após a reeleição, em 12 de junho, do presidente Mahmud Ahmadinejad, informa a imprensa local.

AFP |

As autoridades anunciaram a detenção de dois jornalistas estrangeiros, um iraniano-canadense e um grego-britânico, que trabalham para publicações americanas.

O jornal reformista Etamad publica uma lista de 71 nomes de políticos reformistas de destaque, jornalistas e chefes de campanha do candidato Mir Hossein Moussavi, que denuncia fraudes na reeleição de Ahmadinejad.

O site de Moussavi afirma que 70 estudantes universitários e membros de associações islâmicas de estudantes foram presos após uma reunião com o candidato na quarta-feira.

O governo anuncia há vários dias o desmantelamento da red ede "cérebros" acusados da organização das manifestações contra Ahmadinejad.

Pelo menos 17 iranianos morreram nas manifestações de protesto contra a reeleição de Ahmadinejad.

bur-jds/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG