Pelo menos 12 morrem asfixiados em saída de discoteca n México

Por Alberto Fajardo CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Pelo menos 12 pessoas morreram e 18 ficaram feridas na sexta-feira quando centenas de jovens tentaram deixar uma casa noturna lotada na capital mexicana durante batida policial, informou a polícia.

Reuters |

Nove jovens, incluindo vários menores de idade, e três policiais ficaram asfixiados em confusão criada na saída da discoteca News Divine após o dono do local ter informado os clientes de que a polícia estava no prédio para fiscalizar a venda de bebida a menores de idade, disseram a polícia e a promotoria pública.

'Mais de 1.000 pessoas saíram em debandada...em direção à saída de emergência. A saída é muito pequena...e por isso as pessoas asfixiaram', disse o chefe de polícia Joel Ortega à rede de televisão Televisa.

A saída de emergência estava parcialmente bloqueada por caixas, disse Ortega.

Dois outros jovens, de 15 e 18 anos, morreram no hospital, disse o Procurador-Geral da Cidade do México, Rodolfo Felix em entrevista coletiva.

Fotografias publicadas na mídia mexicana mostravam três corpos estendidos na rua à entrada da casa noturna e dezenas de sapatos espalhados pela calçada.

A polícia deteve mais de 30 jovens e o proprietário da discoteca.

Ortega disse que a batida policial na festa que celebrava o fim do ano letivo não foi surpresa e que o proprietário tinha sido avisado da operação.

A venda de álcool a pessoas menores de 18 anos é ilegal no México e casas noturnas só têm autorização para funcionar em determinados horários. Essas regras, contudo, são largamente ignoradas por proprietários de bares e discotecas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG