Pelo menos 11 fundamentalistas morrem em ofensiva do Exército no Paquistão

Islamabad, 10 set (EFE).- Pelo menos onze insurgentes morreram hoje e cerca de dez ficaram feridos em uma ofensiva aérea do Exército paquistanês no conflituoso Vale de Swat, informou à Agência Efe uma fonte militar.

EFE |

Murad Khan, porta-voz das Forças Armadas, disse que "helicópteros das forças de segurança bombardearam refúgios e esconderijos" dos fundamentalistas na zona de Kozabandi, situada na demarcação de Kabal.

O Exército realiza uma operação nesta região da Província da Fronteira Noroeste desde 23 de agosto.

"A ação militar vai continuar ainda vários dias. Temos o objetivo de expulsar os insurgentes do vale para devolver a paz à zona e, até que tenha sido cumprida a missão, não haverá retirada de tropas", acrescentou o porta-voz.

Segundo Khan, até agora, cerca de 220 islamitas e 23 membros das forças de segurança morreram no Vale do Swat, mas não concretizou quantos civis perderam a vida.

O canal privado "Geo TV" informou, sem especificar suas fontes, que várias casas também foram atingidas pelo ataque.

Segundo o canal, os insurgentes dinamitaram na zona de Matta várias lojas que pertencem ao ex-ministro paquistanês Afzal Khan Lala. EFE igb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG