O governo do Equador trabalha para reunir os presidentes dos países da União de Nações Sul-americanas (Unasul), possivelmente na próxima quinta-feira, com o objetivo de buscar uma política comum de ajuda e cooperação ao Haiti.

Uma fonte da Chancelaria equatoriana explicou que estão sendo feitos trabalhos de coordenação diplomática para conseguir uma reunião no Equador, a princípio na próxima quinta, depois que o presidente Rafael Correa fez um convite aos demais líderes.

Após sua visita ao Haiti no fim de semana passado, Correa, que no momento é presidente da Unasul, assegurou ao líder haitiano, René Préval, "um compromisso" de organizar uma ajuda internacional, explicou a fonte da Chancelaria.

Correa quer que "a Unasul assuma de maneira coletiva pontos de acordo de ajuda ao Haiti", acrescentou a fonte, que esclareceu que até o momento a reunião não foi confirmada oficialmente.

O Equador trabalha para convocar os presidentes e espera as confirmações oficiais de quantos seriam os presentes para ver se haveria o quórum necessário para realizar o encontro, que ainda não tem local definido.

O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, já confirmou presença, e será um dos participantes caso a reunião seja confirmada.

Leia mais sobre terremoto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.