Peixe usa grunhido para assustar rivais

Cientistas americanos afirmam que peixes que emitem grunhidos possibilitaram situar as origens do uso de sons vocais por volta de 400 milhões atrás, de acordo com um artigo publicado na última edição da revista Science. Já se sabia que algumas espécies, como o peixe-sapo, produzem sons para atrair fêmeas e espantar rivais, mas o estudo da equipe do professor Andrew Bass, da Universidade de Cornell, indica que a área do cérebro que controla a vocalização é extremamente primitiva.

BBC Brasil |

"Ouvimos sapos coaxar, passarinhos cantar e ouvimos isso o tempo todo, estamos acostumados com isso. Mas acho que podemos dizer que a maioria das pessoas não sabe que peixes usam sons para comunicação social", disse Bass à BBC.

O peixe-sapo, encontrado na costa dos Estados Unidos no Oceano Pacífico, se abriga em cavernas e emite ruídos durante horas para atrair fêmeas.

As interessadas deixam ovas sobre o teto dos abrigos.

O animal também defende o seu território com grunhidos e ruídos, que espantam outros machos.

O circuito vocal descoberto pela equipe do professor Bass fica em um local e tem função muito semelhantes aos de anfíbios, aves e mamíferos.

Essa semelhança pode indicar, segundo o estudo publicado na Science, que a estrutura vocal surgiu primeiro em um antepassado dos vertebrados atuais e então se espalhou para várias espécies.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG