Peixe mal preparado em restaurante intoxica 7 no Japão

Tóquio, 27 jan (EFE).- Pelo menos sete pessoas acabaram intoxicadas após consumirem o delicado e perigoso baiacu (fugu, em japonês) durante um jantar em um restaurante de Tsuruoka, no norte de Tóquio, informou hoje a agência de notícias japonesa Kyodo.

EFE |

O peixe baiacu pode ser venenoso caso não preparado de maneira adequada, já que contém uma neurotoxina chamada tetrodotoxina (toxina do baiacu) que esses animais utilizam como defesa quando se sentem ameaçados.

As sete pessoas provaram o sashimi de fugu no restaurante Kibun-ya, onde uma delas, de 68 anos, começou imediatamente a apresentar uma mancha no corpo e foi levada ao hospital em estado grave, segundo explicou a Polícia.

Outro homem desse mesmo grupo, de 55 anos, apresenta ainda sintomas de intoxicação, enquanto os outros cinco experimentaram na noite da segunda-feira fraqueza em mãos e pernas, embora estejam fora de perigo.

De acordo com a Polícia, o proprietário do restaurante onde o peixe cru foi mal preparado, Iwao Aizawa, não contava com licença para a preparação do baiacu.

Dada a qualidade de sua carne, o peixe baiacu é muito apreciado no Japão, onde o Governo proíbe sua venda em restaurantes que não disponham de permissões para cozinhá-lo.

Os efeitos da chamada toxina do baiacu se manifestam nos humanos em um prazo de entre 20 e 30 minutos mediante uma paralisia dos lábios e da língua, fraqueza muscular e certa dificuldade respiratória.

O intoxicado pode morrer em seis horas caso não seja tratado a tempo. EFE clb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG