Peixe ajuda a memória e evita ataques cerebrais

O consumo regular de atum e de outros peixes ricos em omega-3 reduz o risco de perda de memória e de ataques cerebrais em idosos, revela um estudo realizado na Finlândia e publicado nesta segunda-feira nos Estados Unidos.

AFP |

A pesquisa, que envolveu 3.660 homens e mulheres com mais de 65 anos, revela que consumir atum ou outros peixes ricos em ácidos graxos omega-3 por pelo menos três vezes por semana reduz em 26% o risco de sofrer lesões cerebrais silenciosas, geralmente responsáveis por demência e ataques cerebrais.

Consumir este tipo de peixe apenas uma vez por semana reduz em 13% o risco de ataques cerebrais e lesões.

Os que consomem este tipo de peixe sofrem menos alterações em sua massa cinzenta, garantem os pesquisadores, cujo trabalho aparece na revista Neurology, publicação da American Academy of Neurology.

Os participantes do estudo foram submetidos no início a um scanner cerebral para detectar pequenas lesões silenciosas, e voltaram a ser examinados cinco anos depois. O grupo respondeu ainda a várias perguntas sobre seus hábitos alimentares e o consumo de peixe.

js/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG