Pedreiro que matou 6 jovens em Goiás é encontrado morto na prisão

Rio de Janeiro, 18 abr (EFE).- O pedreiro Adimar Jesus da Silva, que na semana passada confessou ter assassinado seis jovens em Luziânia, Goiás, foi encontrado morto hoje na cela em que estava preso em Goiânia, informaram fontes oficiais.

EFE |

Silva, de 40 anos, foi encontrado aparentemente estrangulado com um lençol na cela em que estava isolado.

A Polícia não informou a causa da morte e não esclareceu se foi um suicídio. Informou apenas que o operário estava isolado em uma das celas da Delegacia estadual de Repressão a Narcóticos, em Goiânia.

O pedreiro confessou ter matado seis jovens de entre 13 e 19 anos que tinham desaparecido entre dezembro do ano passado e janeiro deste ano em Luziânia (GO). EFE cm/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG