Berlim, 29 jun (EFE).- Um homem de 51 anos foi condenado hoje a dez anos de prisão por um tribunal de Bochum, no oeste da Alemanha, ao ser considerado culpado em 651 casos de abusos sexuais a crianças.

Entre suas vítimas estão seus dois filhos, que hoje têm 24 e 26 anos, sua neta e dois vizinhos na cidade Datteln, no estado da Renânia do Norte-Vestfália.

O tribunal opinou que pelos problemas mentais do acusado, ele será internado em um hospital psiquiátrico e não em uma penitenciária.

Os abusos, que o condenado confessou durante o julgamento, foram feitos ao longo de 20 anos e descobertos depois que no ano passado um companheiro de trabalho dele descobrisse imagens pornográficas de crianças no computador do acusado.

Também foi encontrado um arquivo em que o homem, eletricista de profissão, guardava um diário em que escrevia sobre os abusos.

No caso de seus filhos, os abusos aconteceram quando eles ainda eram bebês. EFE nvm/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.