Pedófilo canadense é condenado a outros 6 anos de prisão na Tailândia

Bangcoc - O canadense Christopher Paul Neil, conhecido por ser o pedófilo mais procurado pela Polícia Internacional (Interpol) e detido ano passado na Tailândia, foi condenado a outros seis anos de prisão por corrupção de menores, informou hoje um tribunal de Bangcoc.

EFE |

Neil, de 33 anos, foi considerado culpado de abusar de uma criança em 2003 e deverá pagar uma compensação de 50.000 bats (US$ 1.400) à família da vítima, segundo o veredicto ditado em 14 de novembro passado e publicado hoje.

Antigo professor de Inglês e relacionado com pelo menos 12 casos de pedofilia no Vietnã, Camboja e Tailândia, ele cumpre uma condenação de três anos e três meses de prisão por abusar de uma criança em 2003 e distribuir pornografia protagonizada por menores, alguns de apenas 6 anos.

Neil foi detido em outubro de 2007 na Tailândia após uma operação de busca e captura internacional, e graças a uma fotografia reconstruída digitalmente por agentes alemães.

A denúncia de uma criança tailandesa que o acusou de ter oferecido dinheiro em troca de sexo oral foi definitiva para prender este pedófilo, ao qual a Polícia qualificou como um "sério perigo para a sociedade".

    Leia tudo sobre: tailândia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG