Washington, 2 dez (EFE).- Estados Unidos e China analisarão pela primeira vez a forma como ambos os países podem cooperar para o fortalecimento do sistema econômico global, afirmou hoje o secretário do Tesouro americano, Henry Paulson.

Em discurso em Seattle (Washington), o secretário do Tesouro se referiu à quinta rodada de conversas do Diálogo Econômico Estratégico, um fórum criado em 2006 pelos presidentes George W.

Bush e Hu Jintao, que começa na quinta-feira em Pequim.

"Aprendemos que a cooperação e o compromisso funcionam e podem conseguir resultados significativos e tangíveis", disse Paulson.

"O compromisso e a cooperação nos ajudaram a conduzir a atual crise dos mercados financeiros e apreciamos o papel responsável que a China desempenhou nesta turbulência", afirmou.

Paulson frisou que "as reuniões desta semana na China se concentrarão nos fundamentos de uma colaboração econômica perdurável" entre os dois países.

"EUA e China foram motores do crescimento econômico global. A força de nossas economias é crucial não só para nós, mas para os povos no mundo todo", manifestou.

Para ele, a China, "apesar de ter estado relativamente isolada da atual turbulência financeira, encontra crescentes problemas econômicos". EFE jab/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.