Pastor processa fabricante de iogurte por uso de sua imagem

Um pastor grego está processando uma empresa sueca que usou sua imagem para vender um iogurte da Turquia. Minas Karatzoglou pede uma indenização de 6,9 milhões de euros (cerca de R$ 16,1 milhões) da fabricante de laticínios Lindahl por não ter pedido autorização para colocar sua foto na embalagem.

BBC Brasil |

Seu advogado também quer processar criminalmente a empresa, alegando que este é um caso de uso indevido de dados pessoais.

A companhia afirma que agiu de boa-fé e que comprou a imagem de uma agência.

O caso trouxe à tona uma tradicional rivalidade entre gregos e turcos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG