SAN FRANCISCO - O presidente eleito dos EUA, Barack Obama, escolheu um pastor contrário ao casamento de homossexuais para discursar na sua posse, gerando uma polêmica sobre qual será o comportamento do futuro governo na inclusão de minorias.

Obama convidou Rick Warren, pastor evangélico da megaigreja Saddleback, do sul da Califórnia, para fazer a invocação na cerimônia de posse, em 20 de janeiro. Um militante da causa homossexual se disse "chocado" com a escolha.

"Ele escolheu alguém que ativamente trabalhou para eliminar os direitos meus e de milhões de outros", disse Geoff Kors, diretor-executivo da ONG Igualdade Califórnia e um dos líderes da campanha contra a chamada Proposição 8, uma lei aprovada em referendo que proíbe o casamento homossexual no Estado e que está em vigor enquanto é contestada na Justiça.

"Se essa é a idéia que Obama faz de um novo dia, estamos com muitos problemas", acrescentou ele.

O presidente eleito disse na quinta-feira que tem opiniões "absolutamente contrárias" às de Warren a respeito os direitos para os homossexuais e do aborto, e se descreveu como um "inflamado defensor da igualdade para os gays e lésbicas norte-americanos".

"Durante o curso de todas as festividades da posse, haverá uma ampla gama de pontos de vista que serão apresentados. E é assim que tem de ser, porque isso é a América. Isso é parte da magia deste país..., que sejamos diversos, ruidosos e que tenhamos opinião."

Warren é conhecido por sua atuação no combate à pobreza e a doenças, inclusive com campanhas contra a Aids na África. Mas também foi um dos maiores defensores da Proposição 8, aprovada pelos californianos em novembro.

"Saúdo o presidente eleito Obama por sua coragem em se dispor a receber críticas da sua base por convidar alguém como eu, com quem ele não concorda em todas as questões, para oferecer a invocação na sua histórica cerimônia de posse", disse Warren em nota, na quinta-feira.

"Tomara que os indivíduos que estão apaixonadamente expressando opiniões à esquerda e à direita reconheçam que ambos demonstramos um compromisso de moldar o civismo na América."

Obama foi contra a Proposição 8 e em geral afirma apoiar direitos jurídicos iguais para casais do mesmo sexo.

Alguns conservadores religiosos elogiaram o convite a Warren, vendo nisso uma disposição de Obama para buscá-los.

"Acho uma escolha excelente. Rick Warren é amado por milhões de pessoas. Os gays radicais não gostam dele, mas a maioria das pessoas gosta", disse à Reuters Bill Donohue, presidente da Liga Católica.

Leia mais sobre Barack Obama

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.