Passeatas por reféns das Farc acontecerão em mais de 35 cidades do mundo

As passeatas que estão sendo organizadas para pedir, no dia 20 de julho, a liberdade de todos os reféns ainda em poder da guerrilha das Farc serão realizadas em pelo menos 35 cidades da Colômbia e do exterior, segundo informou nesta terça-feira a Fundação País Livre, que promove a iniciativa.

AFP |

"Estas marchas são uma manifestação da sociedade civil para exigir que se elimine a prática do seqüestro na Colômbia", assinalou a diretora da País Livre, Olga Gómez.

Até agora já existem preparativos em 14 cidades colombianas e 21 no exterior.

Os organizadores esperam que ao longo dos próximos dias novos grupos se unam ao movimento para superar as 125 cidades que participaram em manifestações similares realizadas em fevereiro e março.

Além da maioria das capitais da América Latina, já foram organizados grupos em Madri, Washington, Nova York e Paris.

Paris espera contar com a presença de Ingrid Betancourt, que afirmou estar disposta a participar da manifestação, embora não tencione voltar à Colômbia como estava previsto inicialmente por razões de segurança.

A guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) mantêm sem seu poder pelo menos 24 reféns de caráter político e mais de 700 por razões econômicas.

hov/rpl/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG